Nutrição faz balanço positivo das oficinas de culinária para o Diabetes no Controle

Se as atividades práticas são importantes para aproximar os alunos do mercado de trabalho, as ações e os projetos sociais garantem uma formação com visão humanista. No curso de Nutrição essa dinâmica tem vários exemplos, como o desenvolvimento das oficinas de culinária para o grupo Diabetes no Controle – parceria entre Faculdade Max Planck, Associação de Diabetes Sempre Amigos de Indaiatuba e Prefeitura Municipal de Indaiatuba.

“As oficinas têm a proposta de ajudar os pacientes a entender melhor a importância de uma alimentação equilibrada para um bom controle glicêmico. Além disso, eles aprendem a executar receitas práticas e viáveis para o dia a dia”, explica a coordenadora do curso de Nutrição, professora Bianca Sant ’Anna Pires Luiz.

Durante o ano de 2016 foram quatro encontros com a participação ativa de seis alunos concluintes. As oficinas aconteceram no Laboratório de Alimentos, com direito a leitura de receitas, produção dos pratos e degustação. “No início nós fazíamos apenas palestras. Depois resolvemos mudar a dinâmica para que todos pudessem participar ativamente do processo. E percebemos que nutricao-diabetes-no-controle-2-editeddeu muito certo, todos se beneficiaram com o novo formato”, conta a professora Flávia B. Azarite Carpaneda, que acompanhou o grupo.

Ao todo, 23 participantes do Diabetes no Controle marcaram presença nas oficinas promovidas pela Nutrição. “Em cada oficina exploramos os alimentos funcionais para que pudessem proporcionar benefícios à saúde e reduzir o risco do diabetes”, comenta a professora Flávia. No cardápio, o grupo produziu diversas iguarias, entre elas pão de quinoa e chia no microondas, patê de ricota, almôndegas de tofu com molho shoyu, guacamole e chips de batata doce, além de brigadeiro de biomassa de banana verde.

“Eu gostei muito de participar e já refiz todas as receitas em casa. A família aprovou, agora todos estão mantendo a alimentação balanceada”, explica a aposentada Angela Maria Tomaz da Silva, 59. “Esse formato ficou excelente pra nós, dá pra saber como faz e praticar em casa. Não há mais desculpa para não fazer uma boa alimentação”, diz o presidente da Associação de Diabetes Sempre Amigos de Indaiatuba, Edvaldo Furtado Apolinário “Didi”.

Para a coordenadora do curso, o balanço do ano é muito positivo, especialmente para a turma que acaba de se formar. “Os alunos que tiveram a oportunidade de participar do projeto vivenciaram a prática profissional e puderam ter um contato direto com pacientes diabéticos. Essa proposta faz com que os alunos desenvolvam uma visão ampla e completa no tratamento de uma doença tão importante”, conclui a docente.

Importante ressaltar que o programa Diabetes no Controle começou em 2015 e engloba ações dos cursos de Saúde da MAX: Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Nutrição. Os encontros regulares acontecem três vezes por semana na Interclínicas.